"As impossibilidades humanas são as oportunidades de DEUS". (Alejandro bullón)


TRANSFORMAI-VOS, é o chamado de Deus.

TRANSFORMAI-VOS, é o chamado de Deus.

 

“Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem algum;e com efeito o querer está em mim, mas não consigo realizar o bem.Porque não faço o bem que quero, mas o mal que não quero esse faço”. (Romanos 7:18 e 19)

 

 

 Imagino que muitos de vocês já ouviram a parábola do escorpião e do sapo:

 

 

                                  "Certa vez, um escorpião aproximou-se de um sapo que estava na beira de um rio. O escorpião vinha fazer um pedido: Sapinho, você poderia me carregar até a outra margem deste rio tão largo?"  O sapo respondeu: "Só se eu fosse tolo! Você vai me picar, eu vou ficar paralizado e vou afundar."

 

 

                                 Disse o escorpião: "Isso é ridículo! Se eu o picasse, ambos afundaríamos."Confiando na lógica do escorpião, o sapo concordou e levou o escorpião nas costas, enquanto nadava para atravessar o rio. No meio do rio, o escorpião cravou seu ferrão no sapo. Atingido pelo veneno, e já começando a afundar, o sapo voltou-se para o escorpião e perguntou: "Por quê? Por quê?"E o escorpião respondeu: "Por que sou um escorpião e essa é a minha natureza."

 

 

 

Geralmente essa parábola é usada para fazer uma paralelo entre a parábola e os sentimentos humanos, quando as pessoas se sentem impelidas por uma força maior, que as move em um sentido contrário às suas próprias expectativas.

 

 

                                 Desde que compramos nosso cachorro Brutu´s  reparei que ele quando recebia um osso e não estava com fome tinha o instinto de enterrá-lo. Mas como moramos em apto, onde não existe nenhum lugar com terra pra fazê-lo, o Brutu´s escondia o osso onde pudesse, no sofá, na caminha dele e fazia o movimento com a cabeça como se estivesse enterrando o osso.

 

 

                                 Isso foi algo que me chamou muito a atenção, porque o Brutu´s nunca havia enterrado um só osso na terra, então eu pensava: Onde ele aprendeu isso? Ficava muito intrigada. Com o tempo percebi que alguns comportamentos dele eram instintivos, já faziam parte da sua natureza animal e ele apenas os reproduzia.

 

 

Analisando esses detalhes da natureza e do instinto dos animais remeto-me ao versículo da Bíblia, citado acima, onde Paulo escreve algumas reflexões sobre a natureza humana. Sobre a luta interna do ser humano em fazer o bem, quando ele fala que não faço o bem que quero, mas faço o mal que não quero.

 

 

De fato, muitas vezes sentimos, pensamos ou fazemos coisas que não gostaríamos de fazer, assim como o escorpião da parábola. Em geral temos uma natureza perigosa, voltada para o egoísmo, falsidade,  ambição, inveja, sentimentos de vingança ou mesmo de solidão, tristeza, depressão, todos estes sentimentos carnais.

 

 

A comparação é válida, mas ao contrário dos escorpiões, somos seres humanos, portanto racionais. Isso nos dá a condição de modificarmos com a ajuda de Deus a natureza dos nossos sentimentos, pensamentos e comportamentos.

 

 

Não podemos jamais viver a vida nos justificando por nossos atos, pensamentos ou sentimentos maus, haja vista que a cada dia é nos dada oportunidade de sermos melhores, de crescermos como seres humanos, como profissionais e cidadãos de bem.

 

 

Nesse sentido, vejo que a ligação com Deus é imprescindível. Pois Ele toca em nossos corações, nos dizendo onde precisamos mudar. Ele nos diz incessantemente que precisamos renovar nossos sentimentos, pensamentos e atitudes, para que possamos ser parecidos com o que Jesus veio nos ensinar quando veio à terra.

 

 

Jesus foi o nosso grande exemplo de que não precisamos viver uma vida de pecado. Que não estamos fadados a viver em tristeza e desgraça. Mas Jesus andava com Deus todo momento. A sua comunhão com o Pai foi fator preponderante em sua caminhada. Jesus buscava muito a presença de Deus, pedia instr, pedia instrução e até os últimos momentos pediu de Deus forças para suportar todos os momentos difíceis.

 

 

Uma vida com Deus é uma vida de benção, mesmo nos momentos difíceis da vida.

 

 

Em Romanos 12: 2 traz as seguintes palavras:

“E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa agradável vontade de Deus”.

 

 

 

Que não nos conformemos com a nossa natureza pecaminosa e má, como fez o escorpião da parábola, mas que sejamos tocados cada dia a sermos pessoas melhores, modificados pelo poder de espírito de Deus.

 

 

Bianka Lorena

                  

                  

                       .

 


Comentários

Não foram encontrados comentários.