"As impossibilidades humanas são as oportunidades de DEUS". (Alejandro bullón)


Uma Vida de Superação - Por Jean Estevan - 15º Artigo

Uma Vida de Superação - Por Jean Estevan - 15º Artigo



A vitória sobre o câncer através da fé



Jean Estevan Campos Oliveira, Secretário Adjunto de Trabalho e Emprego da SETECS, em depoimento à Revista Star Bem, relata a sua história de superação contra um câncer diagnosticado em setembro de 2008 após retornar de uma viagem de férias com a família.
Oliveira descreve com tamanha emoção os momentos de dificuldade que passou durante o tratamento até o seu restabelecimento, no entanto, ressalta o apoio constante de parentes, amigos, colegas de trabalho e acima de tudo a sua fé em Deus.

 


Um ano antes do resultado do diagnóstico da malignidade do câncer, Oliveira já havia percebido algumas alterações em seu pescoço, local onde foi detectado o câncer um ano mais tarde, contudo, o órgão se apresentava inchado, mas após medicação com antibióticos e antiinflamatórios, bem como depois de ter feito alguns exames, foi constatado que os linfonodos (fazem parte do sistema linfático do organismo) haviam se normalizado.

 


Após um ano deste primeiro alerta, apareceram inúmeros nódulos localizados no pescoço e na tireóide, sendo que uma biópsia confirmou tratar-se de um carcinoma do tipo linfoepitelioma indiferenciado. Foi então que o médico otorrino afirmou que Oliveira faria inicialmente uma intervenção cirúrgica para o esvaziamento de todo sistema linfático cervical (limpeza clássica), deixando claro que tal procedimento ocasionaria uma alteração estética, em razão de uma eventual desproporcionalidade entre os tamanhos da cabeça e do pescoço, uma vez que este segundo órgão seria afinado. Além disso, havia um risco iminente de sair traquiostomizado da cirurgia.

 


Jean sabia que Deus era o centro de sua vida, tinha a plena consciência de que não estaria sozinho, no entanto, não estava confortável com aquela intervenção cirúrgica. Três dias antes da data marcada, Oliveira recebeu uma revelação da parte de Deus avisando que não faria aquela cirurgia. Durante uma consulta na véspera de sua internação, visando o planejamento do seu tratamento através da definição do número de sessões de quimioterapia e radioterapia, o seu médico oncologista desmarcou a cirurgia e apresentou um protocolo onde a operação se tornaria necessária somente no caso dos tumores não responderem ao tratamento. “Mais uma vez, Deus demonstrou estar no controle de minha vida”, disse Jean.

 


O tratamento iniciou em sua própria cidade, Cuiabá, onde realizou quatro ciclos de quimioterapia, posteriormente deu continuidade ao tratamento com radioterapia no Hospital Sírio Libanês em São Paulo, onde permaneceu por dois meses.
Durante a sua estada em São Paulo, a sua estrutura física se encontrou inteiramente abalada, pois não conseguia ingerir nenhum tipo de líquido ou alimento sólido, até mesmo a saliva não era possível ingerir, e como efeito do tratamento, mal conseguia falar.

 


Nesse mesmo período, um dos cancerologistas mais renomados do Brasil e especialista em câncer de cabeça e pescoço afirmou que não poderia lhe dar 100 % de certeza da cura, mas colocaria à disposição as melhores equipes e os equipamentos de última geração para o tratamento. De imediato recebeu uma resposta convicta de seu paciente: “Pode ficar tranqüilo Doutor, faça a sua parte, pois eu acredito que minha cura virá do Senhor”.



Quando retornou à Cuiabá, após a conclusão do tratamento na capital paulista,o secretário passou pelo momento mais difícil de sua provação, chegando a perder mais de 23 KG em dois meses. Naquela ocasião, o médico oncologista chamou a sua esposa num canto e lhe recomendou estar preparada para o pior, considerando a sua debilidade física e a baixa imunidade do seu organismo. No entanto, apesar disso, a sua “imunidade espiritual” estava fortalecida, pois tinha plena certeza de que Deus poderia livrá-lo do câncer, se assim o quisesse. O amor, o carinho e o acompanhamento familiar e de seus amigos fizeram toda a diferença.

 


Em seu lar, teve acompanhamento de Home Care durante as três primeiras semanas e um acompanhamento multidisciplinar composto por oncologista, fisioterapeuta, nutricionista, fonoaudiólogo, técnico de enfermagem e enfermeiros devido a sua fragilidade. Chegou a usar fraldões e ser amparado constantemente pela sua esposa Elizama para andar e tomar banho. Contudo,começou a se alimentar por meio de sonda e aos poucos foi recuperando o vigor físico.

 

Após oito meses de afastamento do trabalho, retornou para ocupar o mesmo cargo que exerce até o presente momento, como Secretário Adjunto de Trabalho e Emprego, na época da Secretária Terezinha Maggi, quando foi recebido de forma especial por todos os colegas.Três meses após o tratamento, retornou a São Paulo para fazer o primeiro check-up e foi recebido pelos médicos com a notícia de que seus exames não apresentavam qualquer alteração ou atividade tumoral. Durante os dois primeiros anos após o tratamento, quando o risco de recidiva é de 80%, repetiu várias vezes os exames com intervalos de 3 meses, sendo sempre recebido com a mesma notícia de que não há qualquer alteração.

 


Jean afirma que foi chamado para ser uma testemunha viva do grande amor de Deus para com os homens, e não se cansa de testemunhar a sua vitória mediante a FÉ em Cristo Jesus, revelando-se convicto de que a última palavra acerca de sua vida sempre virá do Senhor.

 

ENTREVISTA PUBLICADA PELA REVISTA BEM ESTAR

 

_____________________________________________

 

JEAN ESTEVAN CAMPOS OLIVEIRA  entrou em contato conosco através do site compartilhando a sua história. Ele nos contou a benção que aconteceu em sua vida, como Deus o livrou de um câncer. Após nosso pedido pra que compartilhasse sua experiência através do site, ele nos autorizou a postar a entrevista que ele deu à Revista Star Bem.

Obrigada Jean por ter compartilhado conosco esse testemunho tão rico de comunhão extrema com Deus. Temos certeza de que Deus tem estado presente em sua vida em todos os momentos. Que o nosso Pai continue o abençoando e lhe dando toda a sorte de bençãos.

 

Bianka Lorena


Comentários

Não foram encontrados comentários.